Precisamos Falar Sobre Dorama: Itaewon Class

“Isto foi a vida? Pois então, outra vez!”.

Itaewon Class acompanha Park Sae Royi (Park Seo Joon), um ser injustiçado desde o primeiro episódio, que vai preso após bater no culpado pelo atropelamento de seu pai, levando-o a morte. 10 anos depois, tendo passado três deles como presidiário, Sae Royi segue o sonho do pai e abre um restaurante, intitulado DanBam, em Itaewon, área bastante movimentada e frequentada por estrangeiros em Seul, Coréia do Sul.

Todavia, não apenas como dono de bar vive Park Sae Royi. O protagonista também mantém um plano de vingança contra a Jangga, empresa liderada por Jang Dae Hee (Yoo Jae Myung), que não apenas demitiu o Sr. Park (Son Hyun Joo) injustamente (quase, na verdade, já que ele pediu demissão antes), como também isentou Jang Geun Won (Ahn Bo Hyun), herdeiro da Jangga, ex-colega de classe de Sae Royi e responsável pela morte do Sr. Park, da culpa pelo acidente de 10 atrás, transferindo-a para um inocente que nada tinha a ver com a história.

No entanto, ilude-se quem pensa que Park Sae Royi está sozinho nessa luta. Além de poder contar com os amigos/colegas de trabalho do DanBam, o caminho de SaeRoyi se deparará com o de Jo Yi Seo (Kim Da Mi), uma jovem de 20 anos, futura gerente do DanBam, que comprará a briga do chefe para si e será a grande responsável por levá-lo (e a sua vingança) ao infinito e além.

Baseado no webtoon de mesmo nome escrito por Kwang Jin, que também assina o roteiro do drama, Itaewon Class é um dramama ramama ramama, hey repleto de injustiças, maldades e raiva (que o telespectador passa), mas também de muita perseverança, aprendizados, representatividade, afinal temos, finalmente, um personagem negro-coreano (que não é bandido, glória a Deus!) e um transgênero, amizades e companheirismo.

Assim como Yi Seo, Itaewon Class te faz comprar a briga de Park Sae Royi e ansiar por mais e mais episódios, a fim de saber se os humilhados finalmente serão exaltados e os vilões irão colher o que plantaram.

Por mais que a história cresça, mas sofra algumas quedas em determinados episódios, os personagens são quem mais sobem e descem durante a trama.

Primeiramente, vale ressaltar que nenhum personagem de Itaewon Class é perfeito. Nenhum, ok? Posto isso, vamos falar do melhor: Park Seo Joon como Park Sae Royi, que brilha em cena (nada novo no meu país) e dá vida a um ser injustiçado, trouxa, mas que não desiste nunca. Tipo, nunca mesmo. Se não fosse a geografia, ele seria brasileiro. Quem conhece o trabalho de Seo Joon e já assistiu, no mínimo, Fight My Way e/ou What’s Wrong With Secretary Kim (dramas altamente recomendados), sabe o quão excelente ator, porque bom é pouco, ele é e o quanto as dorameiras amam vê-lo interpretar alguém pobre. Fazer o quê?

Do outro lado, temos Kwon Nara como Oh Soo Ah, amiga de longa data de Sae Royi, que se vendeu e se perdeu pelo caminho, porém tem uma atitude, finalmente, decente no último episódio. Nara, chega de personagens traíras. Suspicious Partner ainda não foi superado por mim, ok?; E Ahn Bo Hyun surpreendendo a todos (adeus, Nam Eun Gi!) como o filho do demo malfeitor e mimado Jang Geun Won.

Por último, mas a mais importante depois de Park Seo Royi, a verdadeira bitch, no bom sentido da palavra, desse drama, Jo Yi Seo de Kim Da Mi. Vale ressaltar que Itaewon Class é o primeiro dorama de Da Mi, e a atriz já começou com o pé direito. Yi Seo é intrometida, sociopata, antipática e rude. Porém, ela também é fofa, inteligente, sabe reconhecer quando está errada e não mede esforços para atingir o seu objetivo. Sae Royi que o diga!

Moral dos personagens: caiu, levante; errou, peça desculpas; e não se deixe cair em tentação. Além de, tenha em mente o que seu Madruga dizia: a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena.

Por fim, não só de uma boa história e atuações vive um drama. Também é preciso uma boa trilha sonora. Sendo assim, mais um ponto positivo para Itaewon Class. A OST (Original Soundtrack) é maravilhosa, a começar por “Start Over”, de Gaho, “Still Fighting It”, de Lee Chan Sol, “Someday, The Boy”, de Kim Feel, “No Words”, de CRUSH ♪ It’s a beautiful life, beautiful day ♪, ou seja, praticamente todas as músicas. Porém, há uma em especial: “Sweet Night”, interpretada por V, do BTS (e amigo de Park Seo Joon). A canção, além de embalar as cenas fofas entre Sae Royi e Yi Seo, também traz uma paz, que só ouvindo para comprovar.

P.s. minha mãe, que não gosta de nada envolvendo episódios, maratonou todo o drama comigo em dois dias.

Moral da história: você está esperando o que para assistir esse hino?

⭐⭐⭐⭐

Título original: 이태원 클라쓰
País: Coréia do Sul
Emissora: jTBC
Ano: 2020
Episódios: 16
Duração: 70 min
Elenco: Park Seo Joon, Kim Da Mi, Kwon Nara, Ahn Bo Hyun, Yoo Jae Myung

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.