Precisamos Falar Sobre Dorama: The King – Eternal Monarch

“Yê, Pêa”¹.

Em The King – Eternal Monarch (O Rei Eterno, em português), Lee Gon (Lee Min Ho) é o imperador do Reino da Coreia desde os oito anos, após seu pai, o rei anterior, ter sido morto pelo irmão, Lee Lim (Lee Jung Jin), que almejava assumir o trono. Durante uma de suas expedições, Lee Gon se depara com uma floresta de bambu, que abriga um portal capaz de transportá-lo para um mundo paralelo.

Do outro lado do portal, eis a República da Coréia, local onde reside a tenente Jung Tae Eul (Kim Go Eun). Tae Eul irá se deparar com Lee Gon em plena Praça Gwanghwamun, localizada no centro de Seul, porém, mal sabe ela, que o rei ansiava muito encontrá-la.

O Rei Eterno é um drama que foi esperado por muitos, afinal tratava-se do primeiro projeto televisivo de Lee Min Ho após o cumprimento de seu serviço militar; de Kim Go Eun após Goblin; e de Woo Do Hwan após My Country: The New Age (Meu País: A Nova Era, em português). Ok, o último não levou tanto tempo assim.

Escrito por Kim Eun Sook, também autora de Mr. Sunshine, Goblin, Descendants of the Sun, entre outros (ou seja, a grande maioria de vocês já sabe o que os espera, certo?), The King, desde o princípio, é um drama marcado por 1001 teorias: “Quem salvou o ___? Quem é o menino do ioiô? Será que ___ é um agente duplo? Como a ___ funciona partida ao meio?”. Como mencionado, são muitas questões, onde o espectador acerta algumas já nos primeiros episódios, enquanto outras são dignas de “O QUÊ? COMO? POR QUE?”.

Atenção: podem esperar referências a Goblin, sim! De que forma? Não direi. Mas é maravilhosa! Se tantos dramas a fora fizeram isso, por qual razão a dona e proprietária do drama não poderia fazer o mesmo?

The King é um drama histórico (sinônimo de alguma desgraça envolvida originada por desejo de poder), fantástico (fantasioso também não está errado), romântico (onde o “eu te amo” não veio cedo demais, ok?) e enigmático (lembra das 1001 teorias?).

O drama coreano também rende muitas risadas e gargalhadas, onde 95% delas é graças a Jo Eun Sub de Woo Do Hwan (desculpa, Min Ho, mas o dono desse dorama é o Do Hwan). Porém, ao aproximar-se da reta final, lágrimas são aguardadas e derramadas.

Porém, não só de teorias, risos e lágrimas vive The King – Eternal Monarch.  O drama também tem direções de cenas de tirar o fôlego, fotografias fascinantes e personagens notáveis.

Chega de protagonistas benevolentes. Com “Pêa”/Majestade/Lee Gon é colheu, plantou. A ordem do rei é a lei. Enquanto isso, na República da Coréia, temos Jung Tae Eul, policial badass, que corre atrás de bandido e repreende e prende quem abraça-la sem sua permissão. As atuações de Min Ho e Go Eun, que interpreta duas personagens dissemelhantes (em termos de personalidades), são incríveis. Falando nisso, não é só Lee Gon e Tae Eul que são notáveis, como a química entre os dois é notada até por quem (ainda) não assistiu ao drama. Casal que cruza os portais do universo é outro nível!

Lee Jung Jin, que viveu Lee Lim, e Jung Eun Chae, que interpretou Goo Seo Ryung, a primeira-ministra do Reino da Coreia, estão odiosos em seus respectivos papéis. Porém, a representatividade feminina de Seo Ryung em meio a um ambiente altamente masculino é gigantesca. E os “pisões” que a mesma dá, you go, girl! Entretanto, a minha afeição com Goo Seo Ryung começa e termina aí.

Todavia, quem realmente dá um show de atuação dupla é Woo Do Hwan, que interpreta Jo Yeong e Jo Eun Sup, dois personagens idênticos lendários, inesquecíveis, maravilhosos, mas completamente diferentes entre si.

A trilha sonora de The King também é ótima, com canções de Davichi, Gummy, Paul Kim, entre outros, mas, em especial, “Orbit”, de Hwasa (se você já assistiu – ou quando assistir – o drama e ao ouvir essa música não relembrar o impacto de “Protejam-na! É a futura rainha do Reino da Coreia”, você viu errado).

Enfim, assim como seu desfecho agridoce, The King – Eternal Monarch não irá superar a expectativa de todos, mas satisfará muitos.

¹Espectadores entenderão

⭐⭐⭐⭐

Título original: 더 킹: 영원의 군주
País: Coréia do Sul
Emissora: SBS
Ano: 2020
Episódios: 16
Duração: 70 min
Elenco: Lee Min Ho, Kim Go Eun, Woo Do Hwan, Kim Kyung Nam, Jung Eun Chae, Lee Jung In

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.