Filme: Nocaute

Nada é tão ruim que não possa piorar, certo? Errado. Em Nocaute, nada é tão ruim que não possa MELHORAR.

O boxeador Billy Hope (Jake Gyllenhaal) tem a vida que pediu a Deus: uma carreira de sucesso, uma família perfeita e dinheiro. Porém, tudo desmorona quando Maureen (Rachel McAdams), esposa de Billy e seu pilar, morre. O lutador vai literalmente ao fundo do poço: perde todo seu dinheiro, os “amigos”, a guarda da filha e a licença para lutar.

O roteiro de Kurt Sutter é construído e desenvolvido sob a base do prepare uma caixa de lenços Sucesso -> Fundo do poço -> Retorno. Britney, é você?  A direção de Antoine Fuqua (Dia de Treinamento) é digna de prêmio. Fuqua intera o espectador, especialmente nas cenas de luta, de modo a sentir-se parte da multidão ou até mesmo o juiz das lutas.

Jake Gyllenhaal dá um show de atuação. Como esse ser ainda não ganhou um Oscar? Só vamos maneirar um pouquinho no sotaque da próxima vez; Desde “Para Sempre” que Rachel McAdams caiu no meu conceito. Porém, seus últimos trabalhos (Sob o Mesmo Céu e o próprio Nocaute) fizeram com que a atriz subisse alguns degraus; Já um Rei nunca perde a majestade, certo Forest Whitaker?

A trilha sonora é produzida, escrita e interpretada (em duas músicas) pelo divo rapper Eminem. Preciso acrescentar mais alguma coisa?

Título original: Southpaw
Diretor: Antoine Fuqua
Ano: 2015
Duração: 124 min
Distribuidor: Diamond Films
Elenco: Jake Gyllenhaal, Rachel McAdams, Oona Laurence, Curtis “50 Cent” Jackson, Forest Whitaker

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s