Filme: Maze Runner – Prova de Fogo

Maze Runner é coisa do passado, a moda agora é Desert Runner.

Retomando exatamente de onde Maze Runner: Correr ou Morrer terminou, Maze Runner: Prova de Fogo é eletrizante.  Descanso para Thomas, Teresa, Minho, Newt e cia. não há. Mentira, eles tem uns dois minutinhos (ou menos) de pausa.

Atenção: spoiler de Correr ou Morrer a seguir. Em Prova de Fogo, os protagonistas são resgatados do labirinto e levados para um “porto seguro”. Porém, nem tudo é o que parece ser. Sendo assim, os ex-clareanos precisaram botar o pé na estrada ou, no caso, areia.

A direção de Wes Ball, também diretor do antecessor, é previsível. Basta prestar atenção aos sinais que Ball dá, e é possível desvendar a trama/atitude dos personagens. Porém, o roteiro de T.S. Nowlin é dinâmico, graças a novas adições: Teresa (Kaya Scodelario) não é mais o único membro feminino do elenco. Rosa Salazar (Brenda), Nathalie Emmanuel (Harriet) e Katherine McNamara (Sonya) juntam-se a ela; Saem os verdugos e entram os Cranks (também conhecidos como zumbis); O espaço clareira – labirinto foi rompido e, agora, as locações/cenários são diversos; Até uma cena inspirada em “Percy Jackson e o Ladrão de Raios” tem. olá, flor de lótus; Além disso, também há a inserção de certos acontecimentos presentes em “A Cura Mortal”, terceiro e último livro da série escrita por James Dashner. Para quem não sabe, Prova de Fogo é baseado no segundo livro da série Maze Runner (publicada no Brasil pela editora V&R).

As atuações. Dylan O’Brien é conhecido por interpretar personagens cômicos e fofos. Daí veio Maze Runner e ele provou ser mais que isso. Em Prova de Fogo, ele supera a performance anterior, porém faltou um pouquinho mais de dramaticidade. A única semelhança entre Effy Stonem e Teresa é Kaya Scodelario. Enquanto uma é transloucada, a outra é falsiane. prontofalei Maze Runner era tudo que Scodelario precisava para que Hollywood reconhecesse seu talento. Thomas Brodie-Sangster tem poucos projetos em sua filmografia, porém memoráveis desempenhos em cada um deles, incluindo o longa em questão (quem não lembra do garotinho, enteado de Liam Nesson, em Simplesmente Amor? Sim, é ele). Rosa Salazar. Quem avaliou a atuação da jovem com base em A Série Divergente: Insurgente (ela é a Lynn), shame on you. A personagem mal tem uma fala. No entanto, neste filme, Salazar mostra o seu valor. Mesmo a personagem sendo um pouco afoita demais.

Agora, é esperar fevereiro de 2017. Sim, o terceiro e último filme (a série não será dividida em duas partes) só chegará aos cinemas daqui há um ano e meio. Bom, dá tempo de pôr os livros em dia! 😀

Título original: Maze Runner: The Scorch Trials
Diretor: Wes Ball
Ano: 2015
Duração: 131 min
Distribuidor: Fox Film do Brasil
Elenco: Dylan O’Brien, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Ki Hong Lee, Rosa Salazar, Aidan Gillen, Patricia Clarkson

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s