Filme: The Post – A Guerra Secreta

Nixon vs A Liberdade de Imprensa.

Em The Post – A Guerra Secreta, Meryl Streep é Kay Graham, a dona do jornal local The Washington Post, que está prestes a lançar ações na Bolsa de Valores de Nova York em busca de um impulsionamento financeiro, enquanto Tom Hanks é Ben Bradlee, editor-chefe do The Post sempre ávido por alguma grande notícia. Quando o The New York Times inicia uma série de matérias detalhando como a Casa Branca tem mentido sobre a Guerra do Vietnã há 30 anos, com base em documentos sigilosos do Pentágono, o presidente Richard Nixon processa o periódico embasando-se na Lei de Espionagem, e inviabilizando a publicação de mais registros. Tais escritos acabam chegando às mãos de Bradlee e sua equipe, que precisa agora convencer Kay e os demais responsáveis pelo The Post sobre a importância de sua divulgação, de forma a defender a liberdade de imprensa.

As comparações com Spotlight – Segredos Revelados podem vir a ser inevitáveis, já que ambos exploram uma equipe de jornalistas trabalhando a fio na publicação de matérias comprometedoras. Adianto que Spotlight é melhor (eu tenho um amor gigante por esse filme), mais isso sem desmerecer a obra que é The Post.

Dirigido por Steven Spielberg REI, The Post vai ganhando forma conforme os minutos avançam, com diversas cenas tensas e agoniantes, e um final para ser aplaudido de pé. E indicando uma sequência?

O longa não apenas aborda os limites e a liberdade da imprensa, que vem a ser o foco principal do filme, mas também o questionamento machista de se ter uma mulher no comando de um jornal, achando que ela não seria capaz de tomar decisões difíceis. Ambos os temas são brilhantemente explorados, embasados em ótimos diálogos e performances.

Meryl Streep recebeu sua vigésima primeira indicação ao Oscar (2018) por sua atuação em The Post. Preciso dizer mais alguma coisa? Tecnicamente não precisaria, mas direi mesmo assim: essa mulher é MARAVILHOSA! Desde o primeiro minuto em que aparece em cena até o último segundo! Tom Hanks também encontra-se muito bem, obrigada, mas esse filme é das mulheres, incluindo Sarah Paulson, que aparece em pouquíssimas cenas (a atriz interpreta a esposa de Ben Bradlee), mas consegue se destacar em todas.

A trilha instrumental maravilhosa só poderia ter sido composta por um compositor também maravilhoso, e esse ser é John Williams, responsável pela trilha sonora de Star Wars. Preciso dizer mais alguma coisa?

⭐ ⭐ ⭐ ⭐

Título original: The Post
Diretor: Steven Spielberg
Ano: 2018
Duração: 116 min
Distribuidor: Universal Pictures Brasil
Elenco: Meryl Streep, Tom Hanks, Sarah Paulson, Tracy Letts, Bob Odenkirk

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s